sábado, 7 de maio de 2011

Dicas para diminuir comportamentos inadequados na sala de aula!!!

Autor:Ana Paula Alves dos Santos

As estratégias para melhorar problemas comportamentais devem ser implementadas com integridade, consistência e precisão, Professores e pais podem ser melhores sucedidos no treino de modificação de comportamentos inapropriados, através da realização de avaliações e observações sistemáticas, bem como através da aplicação de estratégias comportamentais que resultam em alterações positivas do comportamento.
Através da análise do que acontece antes da ocorrência do comportamento (antecedente) e as diferentes formas de resposta do envolvimento à ocorrência do mesmo (consequência), é que conseguimos planejar sistematicamente, prevenir e alterar gradualmente o comportamento. Pelas observações e manipulações sistemáticas das variáveis, do envolvimento destas e os seus efeitos no comportamento, torna-se possível formular hipóteses que consideram os fatores desencadeantes e a função do comportamento-alvo a modificar.
Para estudantes com distúrbios de comportamento, o professor deverá:

- Aplicar técnicas de modificação de comportamento;
- Designar responsabilidades especiais;
- Identificar os pontos fortes deles;
- Quando possível, ignorar comportamentos inadequados;
- Focalizar os pontos bons e elogiá-los;
- Formar grupos de aprendizagem cooperativos com instruções e metas bem claras.
O processo de intervenção na escola inclui, de uma forma mais específica, entre outras coisas:
• Seleção dos comportamentos que queremos encorajar ou fortalecer;
• Seleção dos comportamentos a reduzir ou eliminar;
• Identificação dos repertórios individuais acadêmicos e sociais;
• Combinar procedimentos de modificação para identificar repertórios;
• Seleção de contingências de reforço para aumentar e manter condutas adequadas;
• Acentuar a utilização de reforço e de outras conseqüências planejadas no envolvimento natural;

Um exemplo de estratégia para este objetivo é a confecçao de umm quadro de incentivo simples de fazer e de utilizar quando queremos mudar um comportamento inadequado.

Começa-se por estabelecer com a criança qual o comportamento que queremos mudar. Vamos utilizar por exemplo o “não bater no amigo” .Combina-se com as crianças que têm que obedecer as regras. Ao final do dia letivo o professor faz uma avaliação do cumprimento da mesma ou mesmas, podendo ser mais de uma.
Cada vez que cumprir o combinado tem direito a um desenho de elogio (estrelinha, coração, carinha feliz). Quando a criança completar as cinco estrelinhas da semana no quadro, tem direito a uma recompensa previamente acordada. A idéia é posteriormente utilizar o quadro para ir espaçando no tempo as recompensas (um autocolante por semana se as tarefas forem cumpridas) até que esta tabela já não seja necessária.
Para finalizar aconselho, ,antes de julgar o comportamento de alguns alunos verificar a realidade da escola, da família, o psicológico, o social, além de muitos outros.

As manifestações de indisciplina, muitas vezes, podem ser vistas como uma forma de se mostrar para o mundo, mostrar sua existência, em muitos casos o indivíduo tem somente a intenção de ser ouvido por alguém, então para muitos alunos indisciplinados a rebeldia é uma forma de expressão.Sobre o Autor
Psicóloga, formada Pela Universidade Estadual Paulista de Bauru e Especialista em Psicologia do Desenvolvimento e Processos de Ensino-Aprendizagem pela mesma instiuição. Professora de Ensino Infantil e de Ensino Especial na Prefeitura Municipal de Bauru

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário